Com servidores trabalhando de casa, Governo tem o corte de gastos.

4.6/5183 votos
folder_openGeral

Com servidores trabalhando de casa, Governo tem o corte de gastos.

Após três meses em Home Office, as discussões sobre manter essa forma de trabalho mesmo após a Pandemia tem se tornado constante. A administração federal também esta considerando.  Isso graças a estudos efetuados após esse período de três meses do inicio da Pandemia, o governo verificou que foi possível manter os serviços e gestão com atividades parcialmente remotas e ainda ter uma economia significativa. Segundo estudos, a economia com os cortes necessários poderia chegar a R$  500 milhões por ano.

Segundo balanço feito pela Secretária de Gestão do Ministério da Economia,  informa que o Governo Federal economizou próximo de R$ 200 milhões contando apenas deslocamentos e viagens a serviço nesse período.  Nos meses de março e abril de 2019, esse gasto chegou a ser de R$ 265,2 milhões e nesse mesmo período desse ano o valor foi reduzido para apenas R$ 65,5 milhões devido a pandemia. “A pandemia mostrou que muitas agendas que demandavam viagens de servidores podem ser substituídas por reuniões virtuais. Já existe tecnologia para isso” informou secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert.

O mesmo informa que o governo esta estudando quais outras áreas podem diminuir os gastos de custeio com a nova proposta de trabalho. A Associação de contas Abertas constatou corte de R$ 40,4 milhões nos gastos do Judiciário, Executivo e Legislativo com mobiliário, R$13,9 milhões com locação de imóveis, R$ 8,5 milhões com materiais de consumo entre outros no período de março e abril desse ano.

O lado dos servidores

Servidores informam que estão abertos a discussão para regulamentar o home Office após a Pandemia ainda nessa semana em uma reunião  marcada com a Secretária de Gestão e Desempenho Pessoal. Rudinei Marques, Presidente do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), explica que além da redução de gastos apontada pelo Governo, o Home Office pode trazer benefícios para o funcionalismo e a população.

“Em alguns casos, o servidor gasta duas horas a menos com o deslocamento para o trabalho. Isso traz qualidade de vida e ainda contribui para a redução do tráfego urbano e da questão ambiental nos grandes centros urbanos”.

Apesar disso, servidores pedem contrapropostas para que essa nova forma de trabalho beneficie a todos. Um dos exemplos, seria a garantia de que os servidores terão acesso a equipamentos e internet para que possam executar o seu trabalho de casa.

Receba as notícias antes dos demais Assinantes!

Clique para ativar as notificações e receba antes de serem publicadas

Receba as notícias antes dos demais Assinantes!

Clique para ativar as notificações e receba antes de serem publicadas

Essa matéria foi relevante? Vote !

4.6/5183 votos

Publicações Relacionadas

Deixe seu Comentário

Faça como mais de 100.000 Assinantes

Click em mim e tenha Acesso às Plataformas Digitais com Produtos Exclusivos para Servidores Federais

Menu