O servidor é quem vai ter condições de retomar a economia

4.4/594 votos
folder_openGeral

O servidor é quem vai ter condições de retomar a economia

Vice-presidente da Câmara Legislativa, diz que os investimentos públicos e os salários dos servidores são fundamentais para a retomada do crescimento do Brasil.

Nesta quinta-feira (23/4), o vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Rodrigo Delmasso, destacou a importância dos servidores públicos e dos investimentos do governo para a retomada da economia do país após a pandemia. Para ele, diferente do que está acontecendo no setor privado, à redução dos salários dos funcionários públicos prejudicaria a economia disse ele.

“Na minha visão, reduzir o salário deles não é uma escolha inteligente”. O servidor é quem vai ter condições de fazer com que a economia volte. “Caso contrário esse recurso vai ficar parado”, justificou Delmasso. O parlamentar ainda ressaltou que o setor privado é movimentado a partir da compra, enquanto o setor público depende dos impostos, que ainda estão sendo arrecadados.

Delmasso ainda comentou que há uma proposta, apresentada pelo deputado Leandro Grass, sendo estudada na câmara que reduz o gastos da casa. “A nossa proposta é investir esse dinheiro na saúde e na recuperação dos empregos da cidade”.

Ele ainda defendeu a reabertura dos comércios, fazendo um isolamento intermitente. “Precisamos fazer essa transição abrindo aos poucos as atividades econômicas, principalmente aquelas que não gerem aglomeração, até que chegamos ao isolamento vertical, isolando somente a população de risco”, enfatizou.

Salário dos servidores tem de ser congelados por dois anos

Paulo Guedes e membros da equipe econômica estão negociando com o senado o auxílio do governo federal para estados e municípios. A maioria dos senadores concorda com a condição do governo para liberar os recursos.

“Se houver contrapartida de estados, não faz mal subir a ajuda. Todos sabem que não pode virar uma farra eleitoral”, afirmou Paulo Guedes.

O ministro volta defender o funcionalismo público fiquem dois anos sem reajuste de salário. Isso é a contrapartida durante essa crise do COVID-19. “Em meio à pandemia, com pessoas perdendo emprego, será que o funcionalismo poderia contribuir?”

Leia a matéria completa AQUI.

Projeto suspende cobrança do consignado de servidores

Suspende por 120 dias durante o estado da calamidade pública por conta do COVID-19. Na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 1.785/2020 que suspende por 120 dias durante o estado da calamidade pública por conta da pandemia do novo coronavírus poderá ter desconto das parcelas de empréstimos consignados dos servidores públicos.

A proposta, do deputado federal Wladimir Garotinho (PSD-RJ), abrange todos os servidores dos três Poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário) e das três esferas: federal, estadual e municipal.

Leia matéria completa AQUI.

Tópicos : , , , ,

Receba as notícias antes dos demais Assinantes!

Clique para ativar as notificações e receba antes de serem publicadas

Receba as notícias antes dos demais Assinantes!

Clique para ativar as notificações e receba antes de serem publicadas

Essa matéria foi relevante? Vote !

4.4/594 votos

Publicações Relacionadas

Deixe seu Comentário

Faça como mais de 100.000 Assinantes

Click em mim e tenha Acesso às Plataformas Digitais com Produtos Exclusivos para Servidores Federais

Menu