Salário de servidores começa a ter reajustes após congelamento

[rating_form id="2" result="true"]
folder_openGeral

Salário de servidores começa a ter reajustes após congelamento

Servidores públicos da União e Estados começam receber reajuste salarial, ao qual se encontrava congelado desde maio de 2020. Os aumentos estão sendo realizados às vésperas das eleições e, ao mesmo tempo, em que ocorreu alta na arrecadação de impostos.

O congelamento, foi uma contrapartida ao empréstimo bilionário cedido pelo governo federal a governadores e prefeitos em meio à pandemia do novo coronavírus quem vem sendo enfrentado em todo país.

O aumento salarial, entretanto, é visto com cautela por especialistas, que pontuam o quadro de histórico de fragilidade das contas públicas do país – possuindo sete anos seguidos no vermelho – e da falta de reformas estruturais que garantam a sustentabilidade fiscal para médio e longo prazos.

 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, no fim do ano passado, que estava avaliando conceder reajustes a todos servidores com a aprovação da PEC dos Precatórios. No fim de dezembro, o Orçamento aprovado pelo Congresso para 2022 autorizou, por exemplo, R$ 1,7 bilhão para a carreira de policiais.

Outras categorias pressionam por reajustes, como é o caso dos auditores da Receita Federal, que anunciaram uma paralisação e chegaram a aprovar a entrega de cargos para pressionar o governo federal.

 

Na esfera estadual, diversos Estados já anunciaram aumentos para servidores, conforme informado no g1. Em São Paulo, o governador João Doria anunciou um novo plano de carreira para professores, com aumento de salário que podem chegar até 73%. O prefeito da Capital paulista, Ricardo Nunes, obteve um reajuste de 46% em sua remuneração, que passou de R$ 24 mil para R$ 35 mil. O novo valor passa a ser também o teto salarial dos servidores municipais, gerando um efeito cascata.

 

No Rio de Janeiro, o reajuste para servidores da saúde pode alcançar a 191%. Já no Rio Grande do Norte, a assembleia aprovou um aumento salarial de 15% para 35 mil servidores do estado.

Na Bahia, o reajuste aprovado é linear de 4% para todo o funcionalismo público, além do plano de reestruturações de carreiras. Pelo projeto de lei, os servidores estaduais poderão ter ganhos salariais de até 22%.

No Mato Grosso do Sul, 81 mil servidores terão reajuste de 10% a partir de janeiro.

Receba as notícias antes dos demais Assinantes!

Clique para ativar as notificações e receba antes de serem publicadas

Receba as notícias antes dos demais Assinantes!

Clique para ativar as notificações e receba antes de serem publicadas

Essa matéria foi relevante? Vote !

[rating_form id=”2″]

Publicações Relacionadas

Deixe seu Comentário

Faça como mais de 100.000 Assinantes

Click em mim e tenha Acesso às Plataformas Digitais com Produtos Exclusivos para Servidores Federais

Menu